Buscar

St.Pauli: O clube que bota medo em nazista

O Clube do rock? Dos Piratas? Dos Antifascistas? O St. Pauli coleciona apelidos e histórias durante seus 111 anos de história, e mostram que um clube de futebol é mais que só jogadores e uma bola.

Fundado em 15/05/1910, o Sankt Pauli tem tem sua sede em Hamburgo, cidade portuária importante na Alemanha. E também terra de outra equipe tradicionalíssima do futebol alemão, o Hamburg SV, equipe campeã da Europa e rival dos piratas.




Clássico entre St. Pauli e Hamburgo, um dos mais tradicionais do país


Esportivamente, o St.Pauli pode não ser a equipe mais brilhante do futebol alemão com resultados pouco empolgantes, constantes idas à segunda divisão e investimentos baixos que fazem o clube flertar com divisões inferiores no país. Entretanto, o que faz desse time grande não são suas conquistas dentro de campo, e sim seu impacto social fora.

|A grandeza do St.Pauli

O St.Pauli pode ser considerado uma das equipes mais engajadas com causas sociais no mundo, tanto por parte da torcida que apresenta ideias e da diretoria que as abraça. A equipe foi uma das, se não a primeira a ter um presidente assumidamente homossexual, Corny Littmann que comandou o time entre 2002 e 2010 e conseguiu levar a equipe à Bundesliga proporcionando uma das melhores eras da história do clube.

Esse legado social deixado pelo presidente fez com que a torcida continuasse a se engajar por causas mesmo após sua saída. A equipe adota o arco-íris, símbolo da comunidade LGBTQ+ em sua braçadeira de capitão, além de ter camisetas com o símbolo.