Buscar

Onde estão os extraterrestres?




Você já olhou para o céu e se questionou se existe vida fora da Terra? Se sim, a ideia de ter alguém além de nós no universo pode ser assustadora – ou reconfortante. Somos os únicos seres inteligentes existentes? Ou estaria uma civilização super avançada nos observando agora? Se existem, onde estão?

Para começarmos a analisar as possibilidades, temos que entender como a vida surgiu na Terra e quais são suas condições. Ela surgiu por meio de matéria orgânica depositada por cometas. Naquele momento, existiam diversas poças quentes de água no planeta com as condições químicas apropriadas para a formação de DNA. Então, o primeiro componente indispensável para a vida é a presença de água. Além dela, a Terra precisou ter a temperatura e atmosfera ideal para que a água permanecesse no estado líquido, assim permitindo o movimento de moléculas e a formação de estruturas mais complexas. Isso só foi possível por conta da presença da nossa estrela, o Sol, que fornece energia solar e aquece o planeta, e dos gases presentes na nossa atmosfera que mantêm o calor. Concluímos, assim, que para a vida surgir, um planeta precisa conter água, uma atmosfera ideal e uma estrela por perto. Só na Via Láctea, a nossa galáxia, estima-se que existam 300 milhões de planetas com condições parecidas com a da Terra. Apesar dessa enorme quantidade, atualmente nós temos conhecimento de apenas 81.




Mas vamos ao que interessa: qual a chance de existir vida inteligente que pode eventualmente se comunicar conosco? Bom, a equação de Drake tenta descobrir justamente isso. Diversos fatores são analisados nela para estimar um número de civilizações na Via Láctea, no entanto a equação continua sendo uma das maiores incertezas da ciência. O astrônomo Carl Sagan (que escreveu livros incríveis e apresentava o programa ´´Cosmos``, recomendo) utilizou a equação em seus estudos e acreditava poder existir 1 milhão de civilizações na nossa galáxia que tenham a tecnologia necessária para mandar sinais (outros cientistas são mais conservadores e acreditam que são apenas 36, mas que mal faz sonhar?). Já existem diversas bases de pesquisa prontas para ler ondas, caso algum dia isso aconteça.