Buscar

O Dérbi Eterno de Belgrado

Toda vez em que o tema futebol e política é comentado em redes sociais e bancadas na televisão, me vem instantaneamente a mente o Dérbi de Belgrado, Partizan e Estrela Vermelha que protagonizam um dos clássicos mais tensos e violentos do planeta, e desde sempre foi assim.


Apenas mais um clássico em Belgrado.



Mas voltando ao começo, era março de 1945, um clube com influências soviéticas e marcado pela resistência ao fascismo e nazismo, nascia em Belgrado, o Estrela Vermelha, que foi criado a partir do grupo Aliança Unida da Juventude Antifascista. Seu rival, o Partizan, foi fundado pouco tempo depois. Em outubro do mesmo ano nascia o clube também marcado por resistência ao nazismo, tendo raízes criadas a partir do Exército Comunista. Mas como que dois clubes com origens e interesses tão parecidos foram para caminhos opostos tão rápido?


De uma Iugoslávia cada vez mais dividida, nascia a rivalidade entre os dois clubes. O Partizan era a favor da manutenção da unificação do país, era o time do exército Iugoslavo, já o Estrela Vermelha era a favor da fragmentação do país. Isso será refletido anos depois com a Guerra da Bósnia, sendo o Estrela Vermelha um símbolo do nacionalismo sérvio que varreu os Balcãs.


Dentro de campo não foi diferente, não demorou para os times ganharem o protagonismo na Sérvia e dominarem as ligas. O primeiro clássico entre as duas equipes ocorreu em 1947, com vitória do Estrela Vermelha por 4x3.