Buscar

O controverso e brilhante Stanley Kubrick

Quando 2001: Uma Odisséia no Espaço lançou nos cinemas em 1968, Stanley Kubrick, o diretor do filme, estava deixando sua marca na história da sétima arte. Sua obra elevou o gênero de ficção científica à popularidade e a qualidade que tem hoje e estabeleceu inúmeras técnicas inovadoras de gravação, produção e edição.



Kubrick não parou por aí. Laranja Mecânica, O Iluminado, De Olhos Bem Fechados, Spartacus e muitos outros filmes influenciam cineastas até hoje. O diretor era meticuloso em todas as suas produções, fazendo de tudo, literalmente tudo, para que o produto final fosse a realização plena de sua visão artística. Por isso, suas obras são espetaculares e extremamente bem feitas. Existe, inclusive, um boato de que a NASA haveria contratado o produtor para “dirigir a farsa do homem na lua”, pois ele seria muito atencioso aos detalhes. Mas essa é um assunto diferente que rende várias horas de discussão.


Um exemplo dessa obsessão pela perfeição pode ser contado por Shelley Duvall que viveu Wendy Torrance em O Iluminado (1980). O filme acompanha o marido de Wendy, Jack Torrance, que está servindo como o vigia de um hotel isolado durante o inverno. O isolamento, adicionado a influência de entidades sobrenaturais, levam Jack a tentar assassinar a sua família. Se a personagem de Duvall sofre na mão de seu marido, a atriz sofreu na mão do diretor.