Buscar

Minha distopia é você

Nenhum cenário pós-apocalíptico

se compara a desgraça que tu fez em mim

e que eu fiz em ti


A gente tinha tudo,

te amar era como sol na minha pele,

era terra úmida entre meus dedos,

era grama cortada e manhã chuvosa.

mas como se cada sorriso fosse um grão de poeira

o vento os levou

e tudo que sobrou da gente foi um canto

vazio demais.

limpo demais.

branco demais.

o bom já não existia

e o mal a gente escondia debaixo do tapete

porque compartilhar nossos demônios

é exclusivo da intimidade