Buscar

Margaret Mead: o conceito de gênero segundo a antropologia



Margaret Mead nasceu na Filadélfia, Estados Unidos, em 1901. Filha de um professor e de uma socióloga, foi pioneira do estudo das relações de gênero e do trabalho de campo da Antropologia. Tornou-se curadora emérita do Museu Americano de História Natural em Nova Iorque e em vida participou da publicação de 50 livros e mais de mil artigos. O ponto principal de sua carreira é a observação e descrição de experiências de outras culturas como forma de analisar nossos próprios arredores. Segundo ela, com esse conhecimento iremos descobrir o potencial, e os valores humanos não elaborados, que foram esquecidos pela pressa da modernidade.