Buscar

maremoto pt. I



minhas pálpebras caem mortas,

consigo sentir sem a minha cabeça.

a excursão dentro da redoma de vidro.

mas qual é o propósito?


sinais audíveis indicam:

“o tsunami destruiu a costa”.

sem perguntas—

o mundo desaparece, risonho,

a passagem não leva a lugar nenhum.

a resposta?


rumo ao farol as ondas quebram.

palavras avulsas se emolduram nas paredes,

um quarto branco, um mausoléu

etéreo. no topo, fantasmas se dão nomes.

o que eu ganho com isso ?


na Riviera fizestes isso comigo?

talvez no dia que