Buscar

Império Mongol: como suas conquistas e sua queda nos influenciam até hoje

O Império Mongol foi o segundo maior império da história em termos de área total e o maior em termos de área contínua, mas pouco sabemos sobre o quão influente ele foi para a genética e para a história da humanidade. Por tanto, iremos explicar isso nesse texto, para que você leitor entenda o quão fascinante é esse assunto.



Com um império que em seu auge se estendia da Península Coreana até a Galícia Polonesa, e que também dominaria toda Ásia Central, toda China, toda Mongólia, grandes partes da Rússia, partes de países como: Vietnã, Romênia, Paquistão, Myanmar, Polônia, também dominaram toda Moldávia, Ucrânia, Bielorússia, todo o Cáucaso e boas partes da Turquia, Mesopotâmia, do Levante Norte Arábico e também dominaram toda a Península Coreana.


Com tamanha extensão, o Império Mongol chegou a dominar 16% da superfície do Planeta Terra e também basicamente pode-se dizer que os mongóis dominaram quase o mundo inteiro conhecido até então. No meio dessas conquistas, as tropas mongóis destruíram, mataram, queimaram e estupraram boa parte das cidades e reinos subjugados ou conquistados por eles. E essas ocasiões tomaram lugar em diversos países como: China, Ucrânia, Turquia, Rússia, Coréia, Irã, Romênia e Afeganistão.