Buscar

Fome no Brasil

Por ser um país em desenvolvimento, a República Federativa do Brasil ainda possui problemas envolvendo a desigualdade social. Enquanto poucos milhões/milhares de pessoas acabam tendo uma vida mais tranquila e privilegiada, em torno de 19 a 22 milhões passam fome no nosso país. Isso acaba ocorrendo porque o Brasil foi uma colônia de exploração de Portugal e também por dívidas criadas durante os governos da primeira metade do século 20, especialmente o governo de JK.


Regiões mais atingidas pela fome no brasil:


Por conta de políticas ainda das épocas coloniais e imperiais, as regiões do Norte e Nordeste acabam sofrendo mais em relação ao número e porcentagem de pessoas que vivem na pobreza e possuem insegurança alimentar. Sendo assim, essas são as duas regiões em que a fome é mais presente na vida dos cidadãos brasileiros. Apesar disso, essas mesmas apresentaram até 2017/18 dados estabilizados, com tendência a melhorar o número de pessoas sem insegurança alimentar. Já as Regiões Sul e Sudeste viram nesses últimos dois anos e meio, a pobreza e a desigualdade social crescerem em índices absurdos, sendo parcialmente culpa das políticas intervencionistas do governo Temer e das políticas protecionistas e regionalistas do governo Bolsonaro. Além disso, os municípios e estados mais ricos recebem mais ajuda do que municípios e estados mais pobres destas regiões. Outro exemplo é o negacionismo do mesmo em relação a pandemia. Cidades como Serro Azul, Telemaco Borba, Chuí, Porto Alegre, Pelotas e Guaratuba apresentaram um aumento significativo no índice de insegurança alimentar nacional.


Solução:


As soluções teriam que ser drásticas, através de reformas econômicas por parte de governos municipais e estaduais, e obviamente pelo governo federal. Isso sem dizer nas melhoras que deveriam ser feitas nos sistemas de saúde e de saneamento básico, para fazer com que essas pessoas tenham um acesso melhor a água potável e a tratamento para doenças.