Buscar

Estresse: Como afeta a nossa saúde?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o mundo está vivendo há bastante tempo com uma epidemia de estresse, e isso aumenta ainda mais na quarentena do COVID-19.

Estresse é, de uma forma básica e seguindo o senso comum, um tipo de mecanismo de resposta do nosso corpo atribuído à um estado de ansiedade ou tensão – Por isso leva a fama de vilão, de algo ruim, de não saudável. No entanto, quase nunca o senso comum está certo. Assim, seguindo estudos e pesquisas científicas, foi descoberto que o estresse acontece quando alguma atividade exterior exige algo que uma pessoa não se sente confortável de fazer ou presenciar, gerando então, uma resposta de enfrentamento, isto é, uma tentativa de mitigar ou de evitar o problema. Logo, não deve mais ser visto apenas como algo negativo.


No entanto, mesmo o estresse sendo um bom mecanismo de defesa/resposta do nosso corpo, caso permaneça pode afetar negativamente a nossa saúde e – mais especificamente – o sistema imunológico do corpo humano.


O estresse crônico, segundo estudos de especialistas, pode ser a porta de entrada de diversas doenças como, por exemplo, o câncer, úlceras no estômago, transtornos mentais e até a acne. Esses males acontecem, em partes, por causa da redução de produção de linfócitos – células responsáveis pela defesa do organismo –, assim, tornando o corpo mais suscetível a vírus, bactérias e outras substâncias que seriam facilmente derrotadas se o sistema imunológico estivesse funcionando na normalidade. Então, como consequência, o corpo tenderá a se curar mais lentamente em pessoas que convivem inúmeras vezes com o estresse.