Buscar

DOCE AVENTURA

Pergunto-me se vale a pena me despir

De todas as memórias para lhe acompanhar em suas loucuras

Talvez seja preciso ser um pouco menos eu

Para me ver mais próximo a você e a seus versos

Que soam tão dramáticos que nos intrigam,

Divertem-nos e nos relembram coisas

Que não deveriam cair no esquecimento.


Tais coisas nos lembram das tão valiosas raízes

Sempre usadas em momentos de soberba guiados pelo orgulho

O cheiro de minha verdade exala sobre seu ser

E você, sedento pela mesma se aproxima.

Na mais pura atitude sendo um ser

Talvez mais nobre em sua essência

Sua paixão e minha autenticidade