Buscar

Colonizando Marte

Atualizado: 7 de out. de 2021



Esgotamento de recursos, aquecimento global e superpopulação: com as mudanças e problemas na Terra, logo vamos precisar de outro lugar para dar continuidade à nossa evolução. Parece filme de ficção científica viver em outro planeta senão o nosso, mas é mais possível do que imaginamos, principalmente, quando olhamos para o nosso vizinho: Marte. Pisar no planeta vermelho é um dos principais planos das organizações espaciais, mas, é possível colonizar Marte? O que precisamos fazer para que isso aconteça?


Alguns fatores devem ser levados em conta na hora de colonizar outro planeta, como a distância e a temperatura. Marte é o segundo planeta mais próximo da Terra, apenas atrás de Vênus. Você pode se perguntar: “por que não colonizamos Vênus então?”. Nós só conseguimos sobreviver em planetas que estejam localizados, ou próximos, da chamada zona habitável, lugar com a temperatura ideal (não muito perto nem muito longe do Sol) para suportar vida. Vênus não se encontra nessa área e sua temperatura média é de 484 °C, então seria impossível. Já Marte, por outro lado, está muito perto da zona habitável, sendo que alguns cientistas até acreditam que ele está dentro, junto com a Terra. Sua temperatura varia entre -125 °C e 22°C, extremamente semelhante com a temperatura do nosso planeta (a menor registrada foi -89°C na Antártica). Além da temperatura, Marte se

torna um ótimo candidato quando falamos do elemento essencial da vida: a água. Em 2015, a NASA anunciou a descoberta de água líquida no planeta, porém, a maioria está congelada, pela baixa pressão atmosférica. A quantidade nem se compara com a da Terra, mas já mostra o potencial do planeta vermelho para uma possível colonização.