Buscar

Ciência por trás das vídeochamadas

Do Picturephone ao Google Meet, saiba como essa tecnologia se desenvoleu e como ela nos influencía.



No ano de 1875, surgiu o telefone, graças a Graham Bell, que na tentativa de aperfeiçoar o telégrafo percebeu a possibilidade de transmitir simultaneamente mais de uma mensagem ao longo do mesmo fio. Pouco menos de cem anos depois, começou a ser comercializado o Picturephone, que foi o primeiro dispositivo a transmitir não apenas mensagens por voz, como também a imagem de quem você estava conversando. Mas a baixa qualidade das imagens e o alto valor das chamadas (uma chamada de um minuto de Curitiba para Brasília custaria aproximadamente 10 dólares) fizeram com que essa tecnologia se popularizasse apenas algumas décadas depois.

A Internet tornou as Vídeochamadas mais acessíveis a todos, e as Medidas de isolamento social para combater a COVID-19 impulsionaram videoconferências que tem se tornado parte do nosso dia a dia nos últimos meses. Mas nem tudo são flores quando falamos dessa tecnologia, os nossos cérebros não estão “afinados” com a comunicação virtual e isso demanda mais esforço para compreender o que é falado, tornando as chamadas menos prazerosas e mais cansativas.

Durante as chamadas de vídeo, a câmera do nosso celular costuma estar nos gravando, e quando olhamos para a tela do dispositivo, vemos estampados os nossos próprios rostos, o que nos rouba a atenção e o foco durante a reunião. Faça esse exercício em casa, enquanto estiver conversando com alguém, fique olhando para um espelho, eu duvido você não se sentir pelo menos um pouco incomodado. Saiba que isso é algo natural, e que se observar pode te deixar disperso, o que consecutivamente irá influenciar na sua forma de se comunicar.

A comunicação é outra questão muito interessante, a maioria acredita que a comunicação com imagens acaba enriquecendo o papo, e na verdade, ocorre exatamente o contrário. As impressões em relação a maneira na qual você é compreendido podem se tornar mais nebulosas em função até mesmo da potência da sua Internet. É por esse med