Buscar

Chelsea campeão da Champions League 11-12

Com a chegada da Champions League 2011-12, todos estavam ansiosos para a nova temporada da competição de clubes de futebol mais prestigiada do planeta. A temporada já começava tendo os seus favoritos, como o Bayern de Munique, a incrível squadra do Napoli e o incrível Barcelona de Pep Guardiola (campeão da edição anterior em cima do Manchester United, sendo considerado um dos melhores times da história do futebol), mas o que ninguém contava era que essa temporada teria como campeão um time em crise e considerado como saco de pancadas para os gigantes europeus naquela temporada.


Bem, na temporada de 2010-2011 o Chelsea foi vice-campeão da liga inglesa de futebol, ficando nove pontos atrás do Manchester United, assim se classificando para a Champions League. Na fase de grupos, caiu no Grupo E junto com o Bayer Leverkusen, Valência e o Genk, e acabou ficando em primeiro lugar do grupo com 11 pontos, tendo ganhado três partidas, empatado duas e perdido uma. Apesar de se classificarem em primeiro do grupo, ninguém colocava muita fé, até mesmo os próprios jogadores do clube londrino, que após a derrota de 3-1 contra o Napoli na partida de ida das oitavas de final, viram o seu técnico ser demitido e ser substituído às pressas pelo interino Roberto Di Matteo, fazendo com que as chances do título fossem ainda mais improváveis, mas a partir daí, começou a superação londrina.


Getty Images


Na partida de volta em Londres, o Chelsea abriu 2-0 para cima do Napoli, mas logo depois sofreu um gol, partida então ficava 2-1 para o Chelsea, mas ficava 4-3 para o Napoli no agregado, mas logo no final do segundo tempo, Frank Lampard fez o terceiro gol, e levou o jogo para a prorrogação. Já nos últimos minutos da prorrogação, Ivanovic faria o quarto para o Chelsea, fazendo com que o time londrino se classificasse numa virada histórica.


Nas quartas de final pegariam os portugueses do Benfica, apesar dos portugueses terem jogado melhor os dois jogos, os ingleses ganharam ambos, em Lisboa por 1-0 e em Londres por 2-1, com um golaço de Meirelles sacramentando a vitória n