Buscar

Cenário Punk nos anos 70



Com a recessão econômica no meio dos anos 70 e início dos anos 80 nos EUA e no Reino Unido, a insatisfação das classes mais baixas de ambos os países aumentou cada vez mais por conta dos problemas socioeconômicos em ambos os países e isso levou à criação do movimento Punk Rock em meados de 73/74.


A origem do movimento é geralmente muito debatida entre músicos e críticos, mas geralmente consideram que o movimento teve origens através da mescla do Hard Rock com o Pop Rock britânico da época, sendo bem perceptível a influência de bandas como os Beatles, Led Zeppelin, The Jimi Hendrix Experience e The Animals.


Geralmente as bandas Punk se destacavam por conta de suas letras que continham rebeldia, protestos a governos da época (vide praticamente toda as músicas dos Sex Pistols), mas que também falavam sobre curtição com os amigos (vide músicas como “Bonzo Goes to Bitsburg” do Ramones), assim como também se destacavam por seu estilo mais bagunçado e extravagante de se vestir e também eram conhecidas por não terem bons instrumentistas (com exceções como The Clash e Ramones).


O movimento Punk rivalizava com vários estilos, tanto nos EUA quanto no Reino Unido.

Nos EUA, o Punk rivalizava com o Pop Rock e Hard Rock Americano e na Inglaterra o Punk rivalizava com o Rock Progressivo e com o Hearts Metal. Logo depois nos anos 90, passou a rivalizar com estilos como: o Grunge, o Britpop, o Rapcore e o Nu Metal.

Várias bandas deixaram sua marca no Punk, entre elas as principais foram: Ramones (considerada a mais influente do gênero), os Sex Pistols ( a mais politicamente ativa), a banda The Runaways (sendo histórica por ser composta apenas por mulheres) e o The Clash

(considerada a banda mais famosa do gênero punk, sendo considerados os Beatles do mesmo).


Várias dessas bandas possuíam características próprias, o The Clash por exemplo, se destacava por possuir bons instrumentistas e também pelas letras compostas por Joe Strummer (vocalista da banda), enquanto os Sex Pistols se destacavam pela atitude extrema nos palcos e por sua vocação política ( vide músicas como Anarchy In The UK e God Save The Queen), as quais os causaram problemas com a realeza britânica e os Ramones se destacavam por sua incrível presença de palco nos anos iniciais.