Buscar

As categorias de base do Coritiba


Foto: Divulgação - Coritiba

Se você acompanha futebol, sabe que as categorias de base são fundamentais para uma equipe, para integrar o elenco principal, e também para vender os jogadores mais promissores. Com o Coritiba não é diferente, a equipe paranaense desde sempre revelou grandes jogadores, e os “Pias do Couto” sempre deram alegria aos torcedores coxas-brancas.


Má administração recente


Foto: Divulgação - Coritiba


Na foto acima, você vê o Matheus Cunha, ex-jogador do Coritiba que hoje joga no Hertha Berlim, da Alemanha, e também na seleção brasileira olímpica. O atacante não chegou a jogar pelo time principal, pois acabou sendo vendido ainda nas categorias de base, para o Sion, da Suíça. O jogador foi vendido a 700 mil reais, com 85% dos direitos econômicos, e depois a equipe veio a vender os 15% restantes (1,2 milhões de euros)


Após passagens pelo RB Leipzig, e hoje no Hertha Berlim, o Pia do Couto é avaliado em 30 milhões de euros.


Matheus Cunha é só um dos exemplos de jogadores da base do Coritiba que deixaram o clube muito cedo, e que renderam muito pouco aos cofres do clube. Além dele, na fase recente tiveram Yan Couto (venda mais cara da história do clube) e Dodô, dois laterais direitos que foram vendidos de forma pouco rentável, mas que pelo menos jogaram pelo time principal.