Buscar

Aquele que achava que o espelho era alguém

Atualizado: 9 de mar. de 2021

Sobre política, sobre economia, sobre música, sobre o clima, sobre cinema, sobre esporte, sobre a sua opinião, sobre o que você acha que deve ser feito, sobre as suas ações, sobre aquilo que você nem sabe, sobre aquilo que você nem sequer pensou, enfim, sobre você! Pense como eu, não fuja da verdade incontestável. Quantas vezes é preciso dizer para você simplesmente entender que tudo que você pensa é errado do inicio ao fim? Não consegue ver que a maioria te acha um completo idiota? Não consegue simplesmente enxergar que nós estamos completamente desapontados com as suas atitudes? Não interessa o que você diz, não interessa como você diz, o fato é que foge da linha, foge do pensamento comum, isso é danoso, tóxico. Nada que você diz faz o menor sentido, mesmo que eu não faça ideia do que você acabou de dizer, você passou três longos minutos falando sobre alguma coisa... que dizia respeito a algo...? Definitivamente um absurdo né? Um verdadeiro apedeuta, uma vergonha, um fascista, um racista, um machista e todos os outros “istas” disponíveis em nosso dicionário, é claro, exclusivamente os pejorativos. Quem sou eu? Sou tudo que você não é! Sou alguém que respeita a opinião alheia, que tem propriedade pra falar e entende dos mais diversos assuntos, sou alguém que não aponta o dedo para os outros, não fico ditando o que devem fazer, diferente de você, certo? Mas, algo me deixa perplexo, mesmo não admitindo... por que sou tão parecido com você?