Buscar

Aplicando para os EUA: SAT X ACT

Sempre sonhou em fazer faculdade nos Estados Unidos, mas não sabe por onde começar? Estou aqui para te ajudar a entender o processo!


Não é segredo que as universidades americanas avaliam seus candidatos de forma bem diferente das instituições brasileiras, porém muitas pessoas não sabem que esse sistema é bastante complexo e envolve várias etapas. Portanto, não seria adequado tentar oferecer uma explicação detalhada sobre esse assunto em um único texto.


Logo, este artigo é apenas o primeiro da série Aplicando para os EUA, um conjunto de matérias que busca desmembrar o processo de aplicação para faculdades americanas, focando em cada ponto do caminho individualmente, para que todos possam ser tratados com a atenção que merecem.



Ok, agora que já esclarecemos essa primeira parte, podemos começar a tratar do que interessa. Nos Estados Unidos, as faculdades avaliam seus alunos em potencial de forma similar aos empregadores em uma entrevista de emprego. Se você quer entrar em uma determinada universidade, precisa convencer o comitê de admissão que você será uma excelente contribuição para aquela comunidade. Obter um bom resultado em uma prova padronizada não é o suficiente para mostrar isso, apesar de ajudar.


Baseando-se nesse raciocínio, as universidades americanas utilizam um sistema de avaliação holístico, que consiste em analisar cada candidato como um todo. Assim, vários fatores são levados em consideração, como atividades extracurriculares, notas do ensino médio, cartas de recomendação, etc.