Buscar

A gloria eterna é do Palmeiras

Pode comemorar nação alviverde! A sociedade esportiva Palmeiras é campeã da sexagésima edição da Copa Libertadores vencendo o clássico contra o Santos. Apesar de possuir um retrospecto melhor nos confrontos contra o clube litorâneo, em 154 jogos são 74 vitórias palmeirenses, e possui um elenco muito superior, o favoritismo não esteve claro. O jogo em si foi decepcionante devido à falta de oportunidades reais de gols, com um único gol marcado aos 54 minutos do segundo tempo. Apesar disso, o jogo de hoje apresenta histórias incríveis que serão apresentadas a seguir.

Depois de 21 anos o Palmeiras se sagra campeão tendo algo em comum entre os dois episódios, um ídolo estava guardando o seu gol. Se em 1999 o clube alviverde possuía São Marcos como goleiro, hoje a torcida caiu nas graças de Weverton. Ele foi fundamental neste campeonato, principalmente na semifinal contra o River Plate, concorrendo até ao título de melhor jogador do campeonato. E da mesma forma de a camisa 12 foi aposentada no Palmeiras com Marcos, talvez a camisa 21 se aposente junto com o goleiro Weverton.

Outra história memorável formada com o decorrer do campeonato é a trajetória do atacante Rony. Na sua chegada no início de 2020, ele teve uma das piores sequências possíveis, no qual precisou de 22 jogos para marcar seu primeiro gol pelo clube. Entre os torcedores era sempre “cornetado” e nas redes sociais, era um meme constante. Quem não lembra da piada “falta 1 gol para Rony quebrar o recorde de 1 gol pelo Palmeiras”? Apesar disso o jogador deu a volta por cima e foi um dos personagens principais na campanha do título. Possuindo na competição 5 gols e 8 assistências, dentre elas o cruzamento que resultou no gol do título. Além disso, ele é cotado para ganhar o título de Rei da América. Que reviravolta do craque!

Ademais é impossível não comentar do herói improvável da final. O atacante Breno Lopes, de apenas 25 anos, que não passava de um desconhecido para muitos, foi o autor do único gol da final e que consagrou o Palmeiras campeão. O jogador chegou ao clube em Outubro após se destacar no Juventude, marcou seu primeiro gol pelo porco na partida que antecedeu a decisão, e na minha opinião faz parte do que foi o fator que tornou o clube capaz de alcançar a glória eterna, o investimento a base e a profissionais jovens e com potencial. Além do próprio treinador, Abel Ferreira de 42 anos (uma idade jovem para um treinador), que conquistou agora seu primeiro título! Também se destacaram as jóias da Base: Gabriel Menino, Patrick de Paula e Danilo foram fundamentais no elenco e renderam muito mais do que Grandes investimentos do clube que não apresentaram um bom futebol. Provando assim uma das leis do futebol “é a base que resolve”.

O Palmeiras fez por merecer, executando um campeonato impecável, despachando clubes enormes como River Plate e Santos. Esse que vale nossa menção honrosa. O clube litorâneo passa por grande crise financeira e política, passou por polémicas como a contratação de Robinho, acusado e condenado em duas instâncias por estupro. E mesmo assim com o brilho das joias da base e de craques como Marinho e Soteldo, o clube “atropelou” clubes como Grêmio e Boca Juniors, que possuíam elenco com investimentos muito melhores. Porém uma coisa é fato, este elenco de Cuca ainda tem muito potêncial.

Como campeão o Palmeiras conseguiu sua classificação ao mundial de clubes, e a especulação dos amantes do futebol é que será uma final entre Palmeiras e Bayern de Munique, por mais que ainda não esteja garantido. E assim surge a maior pergunta deste artigo. Será que este é o ano do fim do meme “o Palmeiras não tem Mundial”? Veremos!