Buscar

A ética nas lentes do cinema: resenha do filme “A firma”:


Este longa estadunidense teve seu ano de lançamento em 1993 e recebeu mais de três prêmios, incluindo o Oscar. O seu gênero é suspense, e foi dirigido por Sydney Pollack, com roteiro de David Rabe, Robert Towne e David Rayfiel. O personagem principal da trama seria Mitch McDeere, que foi interpretado por Tom Cruise. O filme, mesmo sendo antigo, traz abordagens muito relevantes tanto para os momentos vividos antigamente quanto para o que estamos vivendo atualmente. A partir desse filme podemos filtrar temas essenciais como: corrupção, ganância, moralidade, ética individual e social, ambição, entre outros. Também é possível observarmos a ação virtuosa com a qual o personagem principal se compromete e o que ele terá que abrir mão para não ferir seus princípios e sua moralidade ética social e individual.

Contando um pouco sobre sinopse do filme sem dar muitos spoilers, Mitch McDeere está no início de sua carreira de advogado, é ambicioso e muito focado. O motivo pelo qual ele quis entrar no ramo do direito seria porque, além dele ser muito humilde e trabalhar como entregador, também nutria a ambição de querer mudar as injustiças do governo. Sendo assim, ele se candidata para uma das empresas de advocacia mais renomadas de Memphis. Como consequência, ele recebe um altíssimo salário e diversos benefícios como, casa mobiliada, viagens e carro. Para ser aceito nessa grande empresa, ele nega a existência de seu irmão, pois é prisioneiro. Todavia, no decorrer da trama, ele começa a receber avisos de que a empresa não seria leal e nem ética, mas sim muito perigosa para os funcionários e clientes – foi dito “quem quer sair dessa firma não consegue sair vivo.” Mas por que essa empresa seria perigosa e antiética?

De fato, o que me cativou nesse longa foi a maneira de como as ações são desvendadas, e o fato de podermos relacionar facilmente a ação tomada pelos personagens com as figuras de governantes que estão e estiveram no poder nesses tempos. O enredo do filme é facilmente relacionado com acontecimentos marcados na história do nosso país e, talvez, do mundo. Podendo servir até para a compreensão e esclarecimento do que ocorre por trás de questões dentro da corrupção. Aconselho e recomendo muito assistirem e descobrirem como o personagem principal lida com todas essas questões ética e políticas.