Buscar
  • G1

2021 é marcado como o ano das inovações na simulação da ONU

A nona edição da simulação da ONU da Escola SEB Dom Bosco entrou para a história como o ano com mais inovações e novidades.


O ano de 2021 tem sido cheio de situações atípicas, com a simulação não seria diferente. Um exemplo seria o fato de que durante esta edição do evento tem a participação de um delegado de forma totalmente on-line


As novidades relacionadas aos comitês que participam do evento, apesar de não termos a participação do comitê da OMS (Organização Mundial da Saúde), durante a IX simulação da ONU recebemos a participação inédita de dois novos comitês, CSH (Conselho de Segurança Histórico) e o CSB (Conselho de Segurança Bilíngue).


O CSH, como o próprio nome sugere, tem como objetivo discutir e solucionar crises internacionais históricas, ou seja, que já aconteceram. Já o CSB, assim como os outros comitês, tenta resolver crises atuais, porém os debates são realizados majoritariamente em inglês, com algumas exceções nas quais o idioma usado é o português.


Em entrevista com o delegado Luca Munhoz, representante dos Estados Unidos do comitê CSB, o mesmo diz se tratar de uma experiência que, apesar difícil, pode expandir muito as fronteiras de aprendizado de seus participantes.

“A gente está tendo que raciocinar muito rápido em outras línguas, é algo que está agregando muito ao meu intelecto”.

Luca também afirma que, apesar das complicações, a experiência é divertida. Quando questionado sobre a existência de certa dificuldade ao entender os debates, ele diz que, apesar de algumas questões, no geral é possível acompanhar bem. O delegado também comenta que, sem dúvidas, o ritmo dos debates melhorou muito em comparação ao treinamento.